Resumo do fim de semana de inverno

E a temporada de inverno chegou ao final! Com muitos mundiais e grande resultados, a temporada marcou o retorno da Lindsey Vonn, surpresas no biatlo, novos nomes nos saltos e na patinação de velocidade, um domínio absurdamente absoluto da Marit Bjoergen no cross country entre outros momentos marcantes.

Esqui Alpino

Méribel, na França, recebeu a etapa final da Copa do Mundo que definiu todos os títulos.

No masculino, Kjetil Jansrud venceu no downhill com 0.24 de vantagem sobre o suíço Didier Defago e confirmou o título da temporada na prova. Jansrud ainda ficou com a prata no Super-G atrás do canadense Dustin Cook por apenas 0.05, mas o suficiente para confirmar mais um Globo de Cristal para o norueguês. Foi a primeira vitória do Cook na carreira.

Nas provas técnicas, Henrik Kristoffersen faturou o slalom gigante com 2:17.36, sua 3ª vitória na temporada. Marcel Hirscher (foto) ficou em 4º, mas levou o título da prova. Já no slalom, Hirscher sobrou e levou sua 8ª etapa da temporada, conquistando o título do slalom pela 3ª vez seguida.

No geral, Hirscher fez história e ganhou o Globo de Cristal pela 4ª vez seguida! Ele é o único a conseguir tal feito na história do esqui alpino. E só tem 26 anos!

Entre as mulheres, foi a etapa das americanas! Lindsey Vonn venceu o downhill com 0.24 de vantagem sobre Elisabeth Goergl e o Super-G 0.49 mais rápida que a Anna Fenninger. Vonn levou os dois títulos nessas provas e a musa americana tem nada menos que 19 Globos de Cristal!! São 7 do downhill já!

No slalom, Mikaela Shiffrin pela 6ª vez na temporada (5 slaloms) subiu no alto do pódio e fatura pela 3ª vez o título geral no slalom aos 20 anos! Disputando apenas slaloms e slaoms gigantes, Shiffrin conseguiu ficar em 4º no geral da Copa do Mundo!

Faltava apenas uma prova da Copa do Mundo e Tina Maze liderava com 1863 contra 1858 da Anna Fenninger (foto)! Tudo seria definido no slalom gigante. E deu Fenninger, que venceu o slalom gigante com 0.38 de vantagem sobre Eva-Maria Brem e 0.46 sobre a Maze, que fica em 2º no geral.

Na Copa das Nações, a Áustria venceu no masculino, feminino e geral. Eles venceram pela 17ª vez seguida os 3 títulos ao mesmo tempo! No geral, a Áustria domina o esporte, com o 28º título seguido.

Classificação Final:

Masculino – 1) Marcel Hirscher (AUT) 1.448; 2) Kjetil Janrud (NOR) 1.288; 3) Alexis Pinturault (FRA) 1.006

Feminino – 1) Anna Fenninger (AUT) 1.553; 2) Tina Maze (SLO) 1.531; 3) Lindsey Vonn (USA) 1.087

Biatlo

A última etapa da temporada na cidade russa de Khanty-Mansiysk rendeu os títulos da temporada ao Martin Fourcade e à Darya Domracheva.

Fourcade venceu o sprint com 13s de vantagem sobre o Anton Shipulin (RUS). Na perseguição, o canadense Nathan Smith, medalhista de prata no sprint no Mundial da semana anterior, venceu com 24s de vantagem e o Fourcade ficou em 4º com 4 tiros errados. Encerrando a Copa do Mundo, Jakov Fak repetiu a vitória do mundial na prova de saída em massa vencendo com uma prova perfeita e 10.3 mais rápido que o Shipulin.

Entre as mulheres, Kaisa Makarainen levou o sprint, sua 6ª vitória na temporada. Depois de passar em branco no Mundial, a tricampeã olímpica Darya Domracheva venceu na perseguição, sua 9ª vitória na temporada! Na prova de saída em massa, Laura Dahlmeier levou com 7s de vantagem sobre a bela checa Gabriela Soukalova, após ambas zerarem a prova.

Fourcade conquista pela 4ª vez seguida a Copa do Mundo de maneira sensacional. Ele também levou pela 4ª vez seguida o título do sprint e da perseguição. Já a Domracheva venceu pela 1ª vez na carreira, após bater na trave 3 vezes. Ela ainda venceu o sprint, foi segunda colocada na perseguição e na individual e 3ª na saída em massa.

Classificação Final:

Masculino – 1) Martin Fourcade (FRA) 1.042; 2) Anton Shipulin (RUS) 978; 3) Jakov Fak (SLO) 883

Feminino – 1) Darya Domracheva (BLR) 1.092; 2) Kaisa Makarainen (FIN) 1.044; 3) Valj Semerenko (UKR) 865

Saltos

A Copa do Mundo foi encerrada na Eslovênia com duas provas na mega rampa de 225m. Na primeira, Peter Prevc venceu em casa com excelentes 478,5 pontos contra 461,9 do compatriota Jurij Tepes. Líder da Copa do Mundo, o alemão Severin Freund (foto) ficou em 4º e viu o Prevc encostar na classificação.

No sábado rolou uma prova por equipes, que só contou com um salto por conta dos fortes ventos. E deu Eslovênia em casa. Os eslovenos tem dominado as provas de flying hill nos últimos anos.

Na última etapa no domingo, Freund não foi bem ficando em 7º e parecia que perderia o título no último salto. Mas o Juirij Tepes surpreendeu a todos e venceu com 436,4 contra 433,6 do Prevc. Com fogo-amigo, Prevc ficou em 2º e empatou na classificação geral com o Freund, ambos com 1.729 pontos! Mas como o alemão teve mais vitórias na temporada, ele ficou com o título geral, se tornando o primeiro alemão a vencer desde 1999-2000!

Classificação Final:

Masculino – 1) Severin Freund (GER) 1.729 (9 vitórias); 2) Peter Prevc (SLO) 1.729 (3 vitórias); 3) Stefan Kraft (AUT) 1.578

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s