Mundial de Biatlo – Parte III

Mundial seguiu com o Fourcade finalmente ganhando uma prova e uma Alemanha perfeita nos revezamentos.

Individual Masculino

Depois de decepcionar no sprint e na perseguição, Martin Fourcade dominou a prova individual e ficou com o ouro, seu 6º título mundial! Numa prova com poucos erros em geral, Fourcade cometeu apenas um na 2ª sessão de tiros e terminou com o tempo de 47:29.4.

O norueguês Emil Hegle Svendsen havia vencido duas provas na Copa do Mundo, mas não fazia uma temporada muito regular, bem abaixo dois dois ouros em Sochi e dos 4 no último Mundial! Mas ele fez uma prova perfeita em Kontiolhahti sem erros e ficou a 20s9 do Fourcade. Para se ver como o esqui do francês é excepcional! Mesmo perdendo 1min com o erros, chegou 20 na frente!

Completou o pódio o checo Ondrej Moravec, com 48:09.9 e um erro. Ele é quietinho e sempre aparece. Já tem 3 medalhas em Mundiais e 3 olímpicas.

O irmão Fourcade mais novo, o Simon, mais uma vez ficou fora do pódio e não consegue sua medalha individual de jeito nenhum! Amargou em 4º a 5.2 do bronze sem erros. A lenda Bjoerndalen ficou em 6º

Revezamento Feminino

Só com 2 campeãs olímpicas em Sochi, a Ucrânia não chegou com grandes chances. Sem favoritos, a prova ficou aberta e as equipes do pódio foram completamente diferentes das que estiveram no pódio em Sochi.

A regular equipe alemã acabou ficando com o ouro com 1:11:54.6, precisando de 6 tiros extras. Franziska Hilderband entregou em 6º lugar a 12.5 da Polônia, que liderou a 1ª perna. Franziska Preuss terminou sua parte em 3º bem perto da Itália e República Checa. Quando a Vanessa Hinz terminou, a Alemanha já liderava com 30s de vantagem sobre a Rússia e Laura Dahlmeier encerrou abrindo mais 30s de vantagem.

Com a volta da Marie Dorin, a França pegou a prata, a 1:00.3 das alemãs. A Dorin fez a melhor parcial do dia, a única abaixo de 17min, o que ajudou a recuperar a fraca passagem da 3ª francesa Justine Braisaz. Completou o pódio a boa equipe da Itália a 1:06.1 das alemãs.

Revezamento Masculino

A Alemanha também conquistou um belo ouro no revezamento masculino. Com exatamente a mesma equipe prata em Sochi, foram excepcionais no tiro e não decepcionaram.

Ouro na perseguição, Erik Lesser abriu pros alemães e entregou em 3º logo atrás do mito Bjoerndalen que abriu pra Noruega e do Simon Fourcade, que abriu pra França. Os 3 tiveram passagens no tiro perfeitas, sem precisar de nenhum tiro extra. O russo Evegeniy Garanichev, que abriu pros campeões olímpicos, abriu errando 4 tiros e precisou dar uma volta de penalidade, acabando com as chances russas e terminando sua perna em 16º.

Daniel Boehm seguiu pela Alemanha e também entregou em 3º, mas atrás da França e da Itália, com Suíça e Noruega colados. Também sem errar um tiro sequer, Arnd Peiffer assumiu a liderança e terminou sua parte com 15s de vantagem sobre a Noruega. Aí foi só o Simon Schempp fazer sua parte. Com apenas um tiro extra, Schempp terminou com o tempo de 1:13:49.5.

A Noruega com sua super equipe terminou com a prata a 15s4 e a França pegou um bronze graças a uma parcial excelente do Martin Fourcade a 33.6 dos alemães.

Com a prata, Bjoerndalen conquistou nada menos que a sua (pasmem) 40ª medalha em Mundiais!! Aos 41 anos…

Na última parte, as provas de saída em massa.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s