Resumo do fim de semana

Tênis

João Souza entra para a história do tênis, mas o Brasil não avançou na Copa Davis.

Após um confronto espetacular, o Brasil foi eliminado pela Argentina na 1ª rodada da Davis, jogando em Buenos Aires. No primeiro dia, Feijão venceu Calros Berlocq por 3-2 em quase 5h de partida e depois o Bellucci perdeu para Leonardo Mayer por 3-1.

No sábado, Bruno Soares e Marcelo Melo aumentaram a sua sequencia para 9 jogos invictos na Davis vencendo Berlocq e Diego Schwartzman por 3-0.

No domingo, o jogo épico! Com parciais de 76(4) 76 (5) 57 57 15-13, Feijão perdeu para Mayer num jogo de nada menos que 6h42min, o 2º jogo de simples mais longo da história, perdendo apenas para a histórica partida entre Isner e Mahut em Wimbledon-2010 de 11h05min. No 5º jogo, que só temrinou na segunda-feira, Bellucci perdeu novamente, agora para Federico Delbonis por 3-1 e a Argentina avança para enfretar a forte equipe da Sérvia.

O Brasil vai ter que disputar a repescagem para se manter no Grupo Mundial. Feijão mostrou que cresceu física, técnica e mentalmente. Já faz uma grande temporada!

Natação

Boa parte da elite brasileira foi à Marselha para disputar o Golden Tour de Marselha, repleto de grandes nadadores da elite mundial e trouxe de volta 12 medalhas e uma boas surpresas.

Na sexta-feira, Etiene Medeiros venceu os 50m costas com 27.84 e Leonardo de Deus levou os 200m borboleta com 1:56.20. Joanna Maranhão, em sua primeira competição internacional após anunciar sua volta às competições, levou logo duas pratas, nos 200m borboleta com o bom tempo de 2:09.77 (apenas 0.36 do seu recorde sul-americano) e nos 400m medley com 4:42.66. Nicolas Oliveira foi prata nos 200m livre com 1:49.09 e a revelação das provas de fundo Brandonn Almeida de 17 anos levou um bronze nos 400m medley com 4:19.74.

No sábado, Henrique Rodrigues venceu os 200m medley com 1:59.09, Leonardo de Deus foi prata nos 200m costas com 1:59.63 e Joanna levou sua 3ª prata, nos 200m medley, com 2:13.73.

No domingo, foram mais 3 medalhas, incluindo um ouro de Nicholas Santos nos 50m borboleta com 23.47, um bronze de Guilherme Guido nos 100m costas com 54.74 e mais um bronze do Brandonn Almeida, agora nos 1.500m livre com 15:34.59.

A próxima grande competição será o Maria Lenk em abril, última seletiva para o Mundial de Kazan.

Outros Esportes

– A equipe brasileira de nado sincronizado disputou o Aberto da Alemanha, onde competiu apenas nas disputas técnicas e não nas livres. Levou um bronze na prova por equipe com a pontuação de 80,7035 e faturou o ouro na rotina livre combinada, que mistura apresentações de solo, dueto e equipe, onde tirou 84,3417.

– Na Copa Brasil de Marcha Atlética, em Blumenau, Caio Bonfim venceu os 20km pela 4ª vez com 1:29:17, Cisiane Lopes também foi tetra nos 20km, com 1:45:34 e Jonathan Riekman levou os 50km com 4:18:56.

– Em torneio satélite de florete masculino em Cancun, Heitor Shimbo ficou com o bronze e levou 2 pontos pro ranking mundial.

– A equipe brasileira de judô volta de Santigo no Chile com 3 medalhas, uma de cada cor, pelo Aberto Pan-Americano. Rafael Buzacarini foi ouro nos 100kg, Luiz Revita prata nos 66kg e Nathalia Brígida bronze nos 48kg.

– Na abertura da World Triathlon Series em Abu Dabhi, a americana Gwen Jorgensen seguiu vencendo após um 20-14 espetacular. Ela levou a prova no sábado com 58:59. No masculino, o espanhol Mario Mola levou com 52:32. Nenhum brasileiro disputou a etapa.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s