Resumo do fim de semana

Atletismo

Fabiana Murer foi o destaque do fim de semana no atletismo, com a vitória no meeting indoor de Nevers, na França. Fabiana saltou 4,83m para vencer o meeting com o novo recorde sul-americano indoor e melhor marca do mundo no ano por 8cm.

São Paulo recebeu no Parque Ecológico Tietê a Copa Brasi de Cross Country com mais de 330 atletas inscritos. Cruz Nonata venceu no adulto feminino de 8km, confirmando como um dos principais nomes das provas de fundo no Brasil, e Gilberto Lopes venceu no masculino nos 12km. O torneio definiu a equipe brasileira para a disputa do Pan ainda este mês na Colômbia, que valerá vaga pro Mundial no fim de março na China.

Rugby

Pelo segundo ano seguido, Barueri recebeu uma etapa da World Series feminina de rugby.

Na primeira fase, as brasileiras começaram perdendo 33-7 para a forte Austrália, mas depois obtiveram duas belas vitórias de 26-14 sobre Fiji e 24-14 sobre a China. Classificado para as 4as, o Brasil apanhou de 31-0 da França e foi disputar do 5º ao 8º, mas sofreu 2 novas derrotas de 19-0 pros Estados Unidos e de 12-5 para a Rússia, terminando na boa 8ª colocação.

O título ficou com a Nova Zelândia, a maior potência feminina. Na final, as kiwis venceram a Austrália por 17-10 e o bronze foi para o Canadá com 19-0 na França. No 1º torneio da temporada em Dubai em dezembro, a Nova Zelândia também venceu.

A etapa masculina foi disputada na Nova Zelândia e os donos da casa venceram a Inglaterra por 27-21 na final. Após 4 etapas, a África do Sul lidera a classificação geral.

Águas Abertas

A equipe brasileira foi para Viedma na Argentina disputar a 1ª etapa da Copa do Mundo de 10km e o Sul-Americano de Águas Abertas, sem Poliana e Ana Marcela. Esse SulAm foi para completar o SulAm de Esportes Aquáticos, disputado em outubro do ano passado nos outros esportes.

Na Copa do Mundo, foram 2 medalhas no masculino, com Allan do Carmo com a prata com 1:55:12.44 e Diogo Villarinho com o bronze com 1:55:16.40. Vitória do italiano Simone Ruffini com 1:55:10.28. No feminino, a melhor foi Carolina Bilich, em 13º lugar a quase 8min da campeã Rachelle Bruni (ITA).

Já nas provas que contavam pro SulAm, Gabriela Ferreira venceu os 5km com 1:10:04 e Viviane Jungblut foi prata, 4s atrás. Nos 10km, que foi a prova da Copa do Mundo, Allan foi ouro e Diogo prata. E, fechando no domingo com a prova por equipe de 3km, Allan, Diogo e Carolina Bilich ficaram com a prata atrás da Argentina. Brasil vence o SulAm com 2 ouros e 3 pratas em 5 provas.

Esgrima

Mais uma semana sem bons resultados na esgrima. Em Bonn (GER) no florete masculino, Ghislain Perrier terminou em 66º a uma vitória da chave final. Já no florete feminino em Argel (ALG), Taís Rochel em 70ª e Mariana Daffner em 71ª também ficaram a uma vitória da chave de 64 e de pontos pro ranking. Por equipe, os homens no florete terminaram em 13º entre 21 equipes.

Em Toronto, no Pan Juvenil e Cadete, o Brasil teve uma participação bem média. Alexandre Camargo levou o único ouro brasileiro na espada masculina cadete e Gabriel Bonamigo foi bronze na mesma prova. Eles se enfrentaram na semifinal. No juvenil, a única medalha foi da Gabriela Cecchini, no florete. Ela perdeu a final por 15-9 para a americana Iman Blow. Nas provas por equipe (que misturam juvenis e cadetes), Brasil foi prata no florete masculino, perdendo por 45-32 para os EUA na final, e bronze no florete feminino, vencendo o Chile por 45-19.

Isso só prova que a melhor arma brasileira é mesmo o florete, como vem mostrando no adulto, principalmente no masculino.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s