Resumo do fim de semana de inverno

Às vésperas das festas de fim de ano, os esportes de inverno não param e inclusive terão competições das copas do mundo entre Natal e Reveillon.

Esqui Alpino

Os homens foram para a Itália disputar quatro provas. Steven Nyman (USA) venceu o downhill, sua 3ª vitória na carreira aos 32 anos, deixando Kjetil Jansrud, líder da Copa do Mundo, em 2º por 0.31 em Val Gardena. Já no Super-G, Jansrud venceu a sua 4ª prova na temporada. No slalom gigante em Alta Badia, Marcel Hirscher (AUT) também levou sua 4ª etapa da temporada. Já na tradicional pista de Madonna di Campiglio, Felix Neureuther (GER) levou o slalom.

No feminino, foram duas provas em Val-d’Isere. Ninguém segura mais a musa Lindsey Vonn, que leva sua segunda prova da temporada no downhill. Ela venceu com 1:44.47, 0.19 na frente da austríaca Elisabeth Görgl e da alemã Viktoria Rebensburg, empatadas em 2º. No Super-G, Görgl levou a prova com apenas 0.05 de vantagem sobre Anna Fenninger.

Vale notar que com a vitória, Vonn levou o prêmio da etapa, que foi uma vaca

Classificação geral:

Masculino (após 13 provas): 1) Kjetil Jansrud (NOR) 610; 2) Marcel Hirscher (AUT) 576; 3) Alexis Pinturault (FRA) 349

Feminino (após 11 provas): 1) Tina Maze (SLO) 656; 2) Anna Fenninger (AUT) 407; 3) Lindsey Vonn (USA) 312

Esqui Nórdico

A turma do cross-country seguiu para Davos e a Noruega segue imbatível. Nos 15km livre masculino, Anders Gloeser venceu enquanto o italiano Federico Pellegrino (foto) levou o sprint livre, quebrando uma sequência de 6 vitórias norueguesas! No feminino, mais um fim de semana perfeito pra Marit Bjoergen. A rainha do cross country levou os 10km livre e o sprint e está a milhas na frente da copa do mundo. A Copa do Mundo só retorna em janeiro para o grande Tour de Ski, um dos poucos títulos que faltam para a Bjoergen.

Classificação geral após 10 eventos:

Masculino: 1) Martin Sundby (NOR) 531; 2) Finn Krogh (NOR) 505; 3) Calle Halfvarsson (SWE) 375

Feminino: 1) Marit Bjoergen (NOR) 849; Therese Johaug (NOR) 528; 3) Ingvild Ostberg (NOR) 476.

Depois de decepcionar em Sochi e ficar em branco, o francês Jason Lamy-Chappuis (foto) volta a vencer uma etapa da Copa do Mundo de combinado nórdico. Agora foi na tradicional pista de Ramsau (AUT). Apenas 21º nos saltos e com mais de 1min de desvantagem nos 10km, ele fez uma grande prova de recuperação e venceu no sprint final com apenas 0.2 na frente de Mikko Kokslien (NOR).

Classificação Geral (após 4 etapas): 1) Fabien Riessle (GER) 260; 2) Mikko Kokslien (NOR) 216; 3) Eric Frenzel (GER) 203

A turma dos saltos no masculino estava em Engelberg (SUI) e disputou duas provas de large hill de 137m. No sábado, deu Richard Freitag (GER). Ele não fez o melhor em nenhuma rodada, mas somou 277,7 contra 277,1 do Roman Koudelka (CZE). Já no domingo com saltos perfeitos no voo e no pouso, Koudleka levou sua 3ª etapa da temporada (muito bom pra quem nunca tinha vencido antes) com 289,6 contra 284,4 do sensacional Simon Ammann (SUI). A copa do mundo feminina só volta em janeiro e só teve uma etapa até o momento.

Classificação Geral (após 9 etapas): 1) Anders Fannemel (NOR) 472; 2) Roman Koudelka (CZE) 470; 3) Michael Haybock (AUT) 433

Biatlo

Na 3ª etapa da Copa do Mundo em Pokljuka (SLO), o russo Anton Shipulin foi o nome da etapa, vencendo o sprint e a saída em massa, ale’m de ficar em 2º na perseguição. Shipulin teve 12s de vantagem sobre o austríaco Dominik Landertinger no sprint e na chegada da saúda em massa, grande prova! Venceu com 1s2 sobre o Martin Fourcade e 1s4 sobre Simon Eder (AUT). Emil Hegle Svendsen levou a perseguição com 18s sobre o Shipulin.

No feminino, pódios variados. Gabriela Soukalova (CZE) venceu o sprint, a multicampeã olímpica Darya Domracheva (BLR) faturou a perseguição e Kaisa Makarainen (FIN) venceu a saída em massa. Foram 8 medalhistas na etapa no feminino.

Classificação Geral (após 8 provas):

Masculino: 1) Martin Fourcade (FRA) 361; 2) Anton Shipulin (RUS) 336; 3) Emil Hegle Svendsen (NOR) 335

Feminino: 1) Kaisa Makarainen (FIN) 422; 2) Valj Semerenko (UKR) 328; 3) Darya Domracheva (BLR) 303

Snowboard e Freestyle

Em Pequim, as primeiras provas de esqui aéreos da temporada tiveram domínio chinês. No masculino, o campeão mundial Qi Guangpu (CHN) levou com 125,34 na final. No feminino, a vice-campeã olímpica Xu Mengtao venceu com 95,88.

Nos paralelos do snowboard, grande semana pro italiano Roland Fischnaller venceu o slalom gigante e o slalom, vencendo na final ambas as vezes sobre o esloveno Zan Kosir, 2 medalhas em Sochi. No feminino, vitórias austríacas, de Marion Kreiner no gigante e Sabine Schoeffmann no slalom.

Legal a abertura da prova de Big Air em Istambul, primeira vez que uma etapa é disputada na Turquia. O belga Seppe Smits venceu no masculino e a americana Ty Walker venceu no feminino, na estreia das mulheres na prova.

Patinação de Velocidade em Pista Curta

Na 4ª etapa da copa do mundo, mais vitórias chinesas e sul-coreanas em Seul. Sin Da-woon (KOR) levou os 1.500m masculino e ainda viu Seo Yi-ra vencer os 500m e Lee Jung-su faturar os 3.000m. O chinês Wu Dajing interrompeu a sequencia vencendo os 1.000m. A Holanda quebrou a hegemonia asiática levando o revezamento 5.000m.

No feminino, Choi Min-jeong venceu os 1.500m e os 3.000m, enquanto a chinesa Fan Kexin confirmou na sua especialidade, vencendo os 500m pela 4ª vez na temporada em 4 etapas! Han Yutong (CHN) levou os 1.000m e ambas ajudaram a China a vencer o revezamento 3.000m.

Bobsled e Skeleton

Na segunda etapa em Calgary, domínio da Letônia, pelo menos no masculino.

Oskars Melbardis venceu o bobsled de duplas com apenas 0.03 de vantagem sobre o trenó de Francesco Friedrich (GER). Nos quartetos, Melbardis levou com 0.17 de vantagem também sobre Friedrich. No feminino, Elana Meyers (USA) levou a segunda etapa em duas, com bela vantagem de 0.45.

No skeleton, Martins Dukurs segue praticamente imbatível levando a segunda etapa com enorme vantagem de 0.90 sobre seu irmão Tomass Dukurs. Surpreso no 3º lugar com o sul-coreano Yun Sung-bin, primeira medalha da história da Coreia do Sul em uma copa do mundo de skeleton. No feminino, sem a campeã olímpica Liz Yarnold, vitória da canadense Elisabeth Vathje, que havia ficado em 2º na primeira etapa.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s