Mundial de Piscina Curta – Dia 2

Dia histórico para o Brasil e Felipe França é o destaque no 2º dia!

Dia dourado

Brsail em 7 das 11 finais, o dia prometia. Eram 3-4 grandes chances de medalha e foi melhor que o esperado!

O ótimo dia brasileiro começou com o revezamento 4x50m medley masculino. Tudo bem que a prova não é olímpica, é em piscina curta, é de 50m estilos (que nunca entrarão em Jogos Olímpicos), mas a torcida era grande. O Brasil passou pelas eliminatórias com o 4º tempo (1:33.48) e na final, com seu dream team, foi quase perfeito. Guilherme Guido abriu com 23.42 e entreogu e 5º lugar. Felipe França fez a melhor parcial de peito da final (25.33) e bateu em primeiro. Especilista nos 50m borboleta, Nicholas Santos também fez a melhor parcial da final (21.68) e o Brasil seguiu na liderança para o César Cielo fechar de maneira primorosa com 20.08 e o Brasil terminar com 1:30.51, novo recorde mundial! Fechando pela França, Florent Manaudou fez sua parcial em 20.04, mas a França ficou longe com a prata com 1:31.25. Estados Unidos completou o pódio.

Felipe França voltou à piscina uma hora depois para nadar a final dos 100m peito. Classificado em 6º na semi, Felipe bateu na virada dos 50m em primeiro empatado com o campeão olímpico Cameron van der Burgh (RSA) com 26.32, mas na volta abriu e fechou com 56.29. novo recorde do campeonato! Felipe deixou com a prata o britânico Adam Peaty, campeão europeu esse ano em piscina curta e dos jogos da comunidade britânica, com 56.35 e o francês Giacomo Perez-Dortona com o bronze com 56.78. Van der Burgh acabou em 4º.

Na última prova do dia, a coroação do Felipe! No mais inusitado ainda revezamento 4x50m medley misto, o Brasil montou uma boa estratégia e levou o 3º ouro do dia! Etiene Medeiros abriu com 25.83 (novo recorde sul-americano nos 50m costas, mas que não vale por ser em prova mista) e entregou em 7º, atrás de 6 homens. Felipe França fez 25.45 e entregou em 5º lugar. As 4 equipes da frente nadaram com 2 homens, então, quando Nicholas Santos fez 21.81 nos borboleta, o Brasil já estava na frente. Larissa Oliveira fechou com 24.17 e o Brasil terminou com 1:37.26, a 0.09 do WR! Com uma Francesca Halsall fechando com inacreditáveis 23.05 (o que custou seu ombro e a ausência do resto do mundial), a Grã-Bretanha ficou em 2º com 1:37.46 e a Itália foi bronze com 1:37.90. Larissa e Etiene se tornam as primeiras brasileiras medalhistas mundiais em piscina.

Foram mais 4 finais para o Brasil.

Cansado após o revezamento e só com 20min para decansar, Guilherme Guido ficou em 5º na final dos 100m costas com 50.21. Ouro para Mitchell Larkin (AUS) com 49.57, único a baixar dos 50s neste mundial e ele fez isso na semi e na final.

Na mesma prova no feminino, Etiene Medeiros terminou em 7º lugar com 57.72. O destaque nessa prova foi a Katinka Hosszu. A Dama de Ferro húngara finalmeten venceu uma prova com 55.03, novo recorde mundial! Emily Seebohm (AUS) foi prata com 55.31 e Daryna Zevina (UKR) bronze. Mireia Belmonte não nadou essa prova.

Nos 100m borboleta masculino, Chad le Clos deu mais um show! 48.44 e novo recorde mundial! Le Clos leva seu segundo ouro em Doha, na frente do Tom Shiwlds (USA) 48.99 e Tommaso D’Orsogna (AUS) 49.60. Macos Macedo chegou em 8º com 50.47.

Fechando a participação brasileira no dia em finais, o revezamento 4x200m masculino ficou em 6º com 6:54.53, recorde sul-americano. João de Lucca nadou muito na abertura, entregou em 1º com 1:41.85. Ouro para os Estados Unidos, que sempre dominam a prova com 6:51.68, mas a Itália chegou colada a 0.12 e a Rússia ficou a 0.28! Lochte leva sua 33ª medalha em Mundiais de piscina curta!

Outras Provas

Dobradinha japonesa nos 400m medley com Daiya Seto 3:56.33 e Kosuke Hagino com 4:01.17. David Verraszto levou o bronz epra Hungria com 4:01.82.

Disputa fortíssima na chegada dos 50m peito feminino com a campeã de tudo (com 17 anos) Ruta Meilutyte vencendo na batida com 28.84 contra 28.91 da jamaicana Alia Atkison. Moniek Nijhuis (NED) foi bronze bem longe com 29.64.

Nos 800m feminino, a espanhola Mireia Belmonte Garcia faz 3-0 em seu duelo com a Katinka levando seu 3º ouro! Com 8:03.41, sobrou e bateu o recorde do campeonato. Impressionante o quase empate pela prata e bronze! Jaz Carlin (GBR) fez 8:08.16 e Sharon van Rouwendaal (NED) 8:08.17!! Katinka, que não é especialista nessa prova, foi apenas a 9ª com 8:20.71 (a prova era final direta, sem eliminatória).

Nas semifinais, Larissa Oliveira fez o 10º nos 100m livre com 52.75. Nos 50m borboelta, Daynara de Paula passa para a final com o 6º tempo de 25.54 e Daiene Dias fica em 12ª fora com 25.92.

César cielo deu show na sua semifinal dos 50m livre vencendo com 20.80, melhor tempo. Foi seguido do Vladimir Morozov (RUS) com 20.88 e do Florent Manaudou (FRA) com 20.93.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s