E escapou no último tiro a 1ª vaga olímpica!

As classificações olímpicas já estão rolando a pouco mais de um mês em vários esportes. Os mundiais de tiro, hipismo e vela deram muitas vagas, assim como os Estados Unidos já levaram vaga no basquete masculino e feminino com os títulos mundiais, a Colômbia no futebol feminino, a Índia no hóquei na grama masculino e a Coreia do Sul no feminino.

Como já contabilizei aqui no blog há 2 meses, o Brasil já tem garantido 291 vagas por ser país sede e a primeira vaga por mérito quase saiu nesta quinta-feira.

Guadalajara recebe o Campeonato das Américas de tiro esportivo e vale uma vaga olímpica para o campeão de 11 das 15 provas olímpicas (apenas a pistola 25m tiro rápido e fossa doublê no masculino e skeet e fossa no feminino não tem vaga em jogo).

O Brasil já tem por direito vagas garantidas em 9 provas. No masculino rifle deitado 50m, pistola de fogo rápido 25m, pistola de ar 10m, fossa e skeet e no feminino rifle de ar 10m, pistola de ar 10m, fossa e skeet.

Na pistola de 50m, prova ainda não garantida, Julio Almeida ficou em 2º na qualificação com 549 pontos, atrás apenas do americano bronze em Pequim na pistola de ar 10m, Jason Turner, com 557 pontos. Na final, Julio alternou a liderança com o cubano Jorge Grau Potrille pela prova. Nas finais, após 10 tiros, o pior atleta é eliminado e, a cada 2 tiros, o que tiver a pior soma desde o início sai.

Na antepenúltima rodada, Julio, o cubano e dois americanos brigavam tiro a tiro. O cubano liderava por 2,3. Na penúltima rodada, Julio somou 20,1 contra 17,5 do cubano e assumiu a liderança enquanto Turner era eliminado. Na última série, o brasileiro faz 10,6 e o cubano 10,5. Aí, no último tiro, o cubano faz 10,2 enquanto o brasileiro faz seu pior tiro do dia, com fracos 6,7 e termina em 2º com a prata e sem a vaga. Essa situação me fez lembrar o Mathew Emmons, campeão em perder medalha olímpica no último tiro.

Foi a primeira medalha brasileira em uma prova olímpica neste campeonato. Na pistola de ar 10m, Julio ficou em 7º na final, Bruno Heck foi o 5º na final do rifle de ar 10m, e Eduardo Correa ficou em 7º na fossa, fora da final após perder no desempate. O Brasil levou outras duas medalhas de prata: Cristina Baptista fez 615,5 no rifle 50m deitado feminino a 0,9 da peruana campeã e o Brasil ficou em 2º por equipe na pistola de ar 10m masculina (foto).

O campeonato segue até domingo com mais 7 provas olímpicas e ele vale vagas para os Jogos Pan-Americanos Toronto-2015.

Lembrando que a vaga é para o país, mas um mesmo atirador só ganha a quota em uma única prova. As vagas já definidas foram:

Rifle de ar 10m masculino – Dempster Christenson (USA)

Pistola de ar 10m masculino – Will Brown (USA)

Pistola 50m masculino – Jorge Grau Potrille (CUB)

Fossa masculina – Eduardo Lorenzo (DOM)

Rifle de ar 10m feminino – Eglis Yaima Cruz (CUB)

Pistola de ar 10m feminino – Lilian Castro (ESA)

Pistola 25m feminino – Andrea Perez Peña (ECU)

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s