7ª Semana de Mundiais – Quinta-feira

Ginástica Artistica

Na final do individual geral masculino, mais um show do japonês Kohei Uchimura. Novamente ele não cometeu nenhum erro grave, tirou pelo menos 15,000 em todos os aparelhos e fechou com boa vantagem sobre o 2º.

Uchimura foi o melhor no solo no dia com a notaça de 15,766 (lembrando que ele foi o 3º japonês na quali e não está na final do aparelho) e o melhor no salto com 15,633. Nas argolas (15,000) e na barra fixa (15,233) fez a 2ª nota do dia e completou com 15,133 no cavalo com alças e 15,200 nas barras paralelas. Uchimura somou 91,965 para o seu pentacampeonato mundial seguido na prova, algo inédito na história da ginástica (depois dele, aparecem alguns atletas com 2 títulos no geral).

Sérgio Sasaki (na foto com os ginastas de 4º a 8º) melhorou sua nota da quali, aumentando em pouco mais de 2 pontos e terminou na ótima 7ª posição. Suas notas foram, na ordem que apresentou: 14,800 nas argolas (4º do dia), 15,200 no salto (4º), 14,900 nas paralelas (15º), 15,066 na barra fixa (5º), 14,966 no solo (11º) e 14,633 no cavalo com alças (9º). Sasaki piorou um pouco do seu excepcional 5º lugar no ano passado. Sua pontuação final foi 89,565, nota que o daria bronze no ano passado. Lembrando que no domingo ele volta para a final do salto.

Arthur Nory começou bem com 15,000 no salto, mas não foi bem nas paralelas, caiu na barra fixa, tirou 15,208 no solo e foi mal no cavalo e nas argolas. Somou 84,174 e terminou na 21ª posição, piorando o seu 17º lugar do ano passado, quando tirou 85,140.

O britânico Max Whitlock fez uma ótima prova e terminou com a medalha de prata com 90,473. Logo na sua 1ª passagem, no cavalo com alças, ele tirou um 16,000, a 2ª melhor nota do dia em todas os aparelhos, e mostrou porque é campeão europeu neste aparelho. Yusuke Tanaka completou o pódio com 90,449 e o ucraniano Oleg Verniaiev, que ficou quase a prova toda em 2º, terminou em 4º encerrando não muito bem no solo.

Pódio

Individual geral masculino

Ouro – Kohei Uchimura (JPN) – 91,965

Prata – Max Whitlock (GBR) – 90,473

Bronze – Yusuke Tanaka (JPN) – 90,449

Vôlei

Com os resultados de hoje, Brasil e Itália (que sequer entraram em quadra) já garantiram vaga nas semifinais.

Pelo grupo brasileiro, a China venceu um jogo quase perdio para a República Dominicana. As dominicanas pareciam que iriam vencer e garantir vaga na semi após um 25-22 25-23, levaram a virada 23-25 23-25 12-15. Agora as dominicanas, dirigidas pelo brasileiro Marcos Kwiek (que vem fazendo um trabalho espetacular na ilha do Caribe), precisam vencer dois sets do Brasil. Bethania de la Cruz, pra variar, foi a maior pontuadora, com incríveis 39 pontos.

No outro grupo, as americanas venceram mais uma vez a Rússia neste mundial novamente por 3-1, parciais 25-19 25-23 15-25 25-23. Com isso, elas respiraram e precisam torcer nesta sexta para a Itália. Se a Rússia vencer por 3-0 ou 3-1, as americanas voltam pra casa.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s