Definida a seleção para o Mundial de Revezamentos

Nassau, nas Bahamas, vai receber a primeira edição (e também a 2ª em 2015) do Mundial de Revezamentos de Atletismo. Proposta antiga da IAAF, finalmente vai ocorrer, contando com os revezamento 4x100m, 4x200m, 4x400m, 4x800m e 4×1.500m no masculino e feminino.

A CBAt tem apostado muito principalmente em 2 revezamentos: o 4x100m feminino e o 4x400m masculino.

O 4x100m feminino nem precisa falar. Finalista no último mundial, em Moscou, as meninas brigavam por medalha, quando derrubaram o bastão na última passagem. O Brasil também foi finalista nos Mundiais de 2011 (7º) e de 2009 (5º), além do 7º lugar em Londres-2012 e do ótimo 4º lugar em Pequim-2008. São 5 finais seguidas em competições importantes e a medalha ainda não veio por pouco. A principal ausência é Ana Cláudia Lemos, mas a equipe conta com Franciela Krasucki, que já correu os 100m este ano para 10s99 (com vento acima do permitido para oficializar recordes), Rosangela Santos, Evelyn Santos, Vanusa dos Santos e a revelação Tamiris de Liz, bronze no último mundial juvenil nos 100m.

Os 4x400m masculino não está tão forte como há um bom tempo. Liderados por Anderson Henriques, finalista do último Mundial nos 400m, a equipe também conta com Hugo de Sousa, Pedro Burmann, Wagner Cardoso e Jonathan da Silva. 3 deles estavam no ótimo 7º lugar do último mundial e tem tudo para correr abaixo de 3min e bater o recorde sul-americano de 2:58.56 (7ª equipe da história), o que os deixaria muito próximo de uma medalha. Anderson e Hugo já correram este ano para abaixo de 45s10.

O revezamento 4x100m masculino, único que ganhou medalhas em Olimpíadas, chega bem, mas longe de uma medalha. Conta com Jefferson Lucindo, Bruno Lins, Jorge Vides, Aldemir Gomes Jr e Vitor Hugo dos Santos, prata no último mundial de menores nos 200m. O 4x400m feminino vem melhorando bem e contará com Joelma Sousa, Geisa Coutinho, Liliane Fernandes, Jailma Sales de Lima e Cristiane Silva.

Agora, achei algo bem estranho. A CBAt estipulou nos critérios de convocação índices para os outros revezamentos e, segundo seus critérios, levaria os 4x200m masculino e feminino, 4x800m masculino e 4×1.500m masculino e feminino. Entendo que a prioridade são os olímpicos, mas seria interessante participar dos outros também afinal é um mundial.

Vale lembrar que o Mundial de Revezamentos serve como seletiva para o Mundial de Atletismo de Pequim-2015, que, por sua vez, será seletiva para os Jogos do Rio-2016, por isso sua importância.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s