Jogos Sul-Americanos. E aí?

Os Jogos acabaram, o Brasil foi o mais medalhado com mais que o dobro de ouros que o segundo e tal. E daí?

Depois do meu último post sobre a competição, o site oficial fez duas mudanças no ranking final. Finalmente adicionaram o pódio brasileiro na prova preliminar do adestramento que aconteceu no segundo dia, milênios atrás. Com isso, o Brasil subiu para 110 ouros, 69 pratas e 79 bronzes.

Além disso, um ouro argentino e uma prata colombiana foram invertidos e, com isso, a Argentina caiu para o 4° lugar. Sendo assim, esta é a classificação final. Pelo menos até agora, né? Vai que muda de novo…

Captura de Tela 2014-03-19 às 23.57.17

O Brasil ficou na frente do quadro de medalhas nos seguintes esportes: Atletismo (14 ouros e 41 no total), Boxe (6/11), Ciclismo Mountain Bike (1/3), Esgrima (4/8), Futsal (1/1), Ginástica Artística (7/15), Ginástica Rítmica (5/10), Handebol (2/2), Hipismo (4/12), Judô (5/14), Maratona Aquática (2/3), Natação (18/37), Pentatlo Moderno (2/5), Saltos Ornamentais (2/2), Tênis de Mesa (5/9), Tiro (4/11), Tiro com Arco (3/5) e Vôlei de Praia (2/4).

Brasil não venceu os seguintes esportes: Boliche (1 ouro, 2 medalhas e 3° lugar), Canoagem (5/11/2°), Caratê (2/5/4°), Ciclismo BMX (1/2/2°), Ciclismo Estrada (2/3/2°), Ciclismo Pista (0/3/4°), Esqui Aquático (1/2/5°), Futebol (0/1/4°), Levantamento de Peso (1/7/4°), Lutas (2/8/4°), Patinação Artística (1/2/2°), Remo (1/2/2°), Rugby (1/1/2°), Taekwondo (0/5/7°), Tênis (1/2/3°), Triatlo (1/2/3°), Vela (2/5/2°) e Vôlei (0/1/3°).

Brasil não medalhou: Golfe e Hóquei na Grama.

Brasil não participou do basquete e da patinação de velocidade.

Credibilidade

Esta edição dos Jogos deram muito mais credibilidade à organização e à ODESUR. Isso porque ele ficou muito mais parecido com o Pan e com os Jogos Olímpicos. Chega daquele monte de provas só para o país sede levar tudo, como ocorreu em Medellin-2010. O boliche, patinação de velocidade e tiro com arco tiveram dezenas de provas, justamente nos esportes em que a Colômbia é potência. Estes 3 esportes deram este ano 15 ouros. Em 2010 foram absurdos 75!! No tiro com arco era arco recurvo e arco composto. Pra 30m, 50m, 60m (feminino), 70m, 90m (masculino), rodada FITA, individual, equipe. No masculino e no feminino. Uma inutilidade só.

Ainda tiveram algumas provas desnecessárias, como o contra-relógio no BMX, as medalhas para as provas intermediárias nos saltos e no adestramento e eu ainda não entendi o motivo de ter os 800m livre masculino e os 1.500m livre feminino e não os 50m estilos.

Achei interessante incluírem algumas provas não olímpicas, mas que tem possibilidade de entrarem nos Jogos, como o revezamento do triatlo, as duplas mistas do tiro com arco, o revezamento misto no pentatlo moderno, o C-1 200m feminino na canoagem. Só senti a falta da prova por equipes do judô.

Já muitas provas olímpicas não foram disputadas por conta do baixo número de inscritos. Algo esperado numa competição com apenas 14 países. E prefiro que cancelem provas do que elas ocorram com apenas 3 participantes, sem dar medalha de bronze, por exemplo. Mas mesmo assim, foram 7 provas do remo, 2 do ciclismo em pista e 5 dos saltos ornamentais canceladas por falta do mínimo de 5 inscritos. Alguns esportes olímpicos ficaram de fora, como o badminton, canoagem slalom, CCE, trampolim acrobático e pólo aquático. O badminton foi uma surpresa para mim.

Brasil

O Brasil liderar o atletismo e a natação não é surpresa para ninguém, mesmo com a ausência de alguns nomes fortes do país, assim como no judô, boxe, ginástica artística, rítmica e tênis de mesa.

Já três esportes foram uma surpresa. O tiro com arco surpreendeu e levou 3 dos 5 ouros, medalhando em todas as provas, graças ao talento de Marcus Vinicius D’Almeida, de 16 anos. O tiro também foi muito bem, levando 4 dos 14 ouros, mas o tiro feminino ainda deixa muito a desejar, com apenas 1 ouro e 1 bronze em 6 provas.

A esgrima também foi bem, deixando a forte Venezuela para trás, apesar do Brasil ainda não ter conseguido resultados bons no cenário internacional.

A maior decepção veio do taekwondo. Foram 4 derrotas em finais e até mesmo o medalhista de bronze no último Mundial Guilherme Dias parou nas 4as e ficou sem medalha.

Se os Jogos se mantiverem desta maneira bem organizada como foi em Santiago, eles podem ser uma boa preparação para o Pan do ano seguinte, onde veremos os Estados Unidos assumirem a liderança disparada como o Brasil fez.

A próxima edição dos Jogos Sul-Americanos será em 2018 em Cochabamba, Bolívia, que recebe os Jogos pela 2ª vez, depois de La Pax em 1978, a 1ª edição da competição.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s