Critérios para Rio-2016 começam a sair

A 2 anos e meio do início dos Jogos dop Rio-2016, as federações internacionais começam a divulgar os critérios de classificação e já dá para ter uma ideia do que os brasileiros vão precisar para disputarem os jogos em casa. E também já começam a aparecer as vagas brasileiras.

Boxe

Serão 10 eventos no masculino e 3 no feminino, com os mesmos pesos que tivemos em Londres. Como país sede, o Brasil já tem garantido 5 homens e 1 mulher. A categoria fica a escolha do país.

A novidade desta vez a classificação através de dois ranking, o da WSB e da APB, visando a uma maior aproximação com o boxe profissional. O WSB é a World Series of Boxing e classificará 17 atletas após o ranking do final de 2015. O da APB é um ranking novo que a AIBA vai instituir em 2015, classificando 2 por categoria.

Depois, 23 vagas serão distribuídas no Mundial de 2015, em Doha, Qatar. Serão ainda mais 4 torneios continentais, 30 vagas para a África, 30 para a Europa, 30 para a Ásia/Oceania e 25 para as Américas, sendo sempre 3 por categoria (há 5 a menos nas Américas por conta das 5 vagas pro Brasil). Serão mais 26 vagas num torneio qualificatório que unirá boxeadores da WSB e da APB e 5 convites.

Entre as mulheres, as 4 medalhistas do Mundial de 2016 por categoria garantem vaga e mais 4 torneios classificatórios (3 vagas para a África, 5 da América, 6 da Ásia/Oceania e 6 da Europa) e mais 3 convites completando as apenas 36 vagas.

Perspectiva Brasileira: O Brasil deve levar mais uns 2-3 boxeadores, totalizando 7-8 no masculino. No feminino, se conseguir uma vaga a mais já está no lucro.

Tiro com Arco

Novamente, 64 homens e 64 mulheres estarão presentes nos Jogos e o Brasil já tem 3 homens e 3 mulheres garantidos, participando pela primeira vez na história das provas por equipe. Basta que todos os arqueiros atinjam o índice mínimo e que o Brasil particpe com 3 homens e 3 mulheres no Mundial de 2015.

Neste Mundial, as 8 primeiras equipes em seu gênero garantem 3 vagas cada. Na disputa individual, os 8 melhores arqueiros que não sejam desses países garantem 1 vaga por país. Os campeonatos continentais distribuirão 14 vagas: 3 para África, 3 para Europa, 3 para Ásia, 3 para as Américas e 2 para a Oceania.

Em 2016, um torneio qualificatório mundial dará vaga para mais 3 equipes de 3 arqueiros e mais 3 vagas individuais. Encerrando as 64 vagas, serão 3 convites por gênero. Todos devem atingir o índice mínimo de 630 pontos no masculino e 600 no feminino num round de 70m.

Perspectiva Brasileira: com a equipe completa classificada, basta atingir o índice e basta a Confederação enviar os atletas para o Mundial, o que é extremamente provável. Hoje, uns 7-8 homens e umas 4 mulheres tem o índice.

Tiro

Serão as mesmas 15 provas, 9 masculinas e 6 femininas para 390 atiradores. O Brasil já tem 5 homens e 4 mulheres garantidos nestas provas: rifle deitado 50m masc, pistola de fogo rápido 25m masc, pistola de ar 10m masc, fossa masc, skeet masc, rifle de ar 10m fem, pistola de ar 10m fem, fossa fem e skeet fem.

No grande mundial de tiro, em Granada este ano, serão 64 vagas no total. No Mundial de tiro ao prato de 2015, 2 vagas para cada uma das 5 provas. Serão ainda 96 vagas nas provas de rifle e pistola em etapas da Copa do Mundo de 2015 e mais 40 no tiro ao prato.

Nos campeonatos continentais, são 15 vagas para a África, 31 para as Américas (11 no campeonato pan americano e 20 nos Jogos Pan Americanos), 35 para a Ásia, 48 para a Europa (15 nos Jogos Europeus, 21 no Europeu de 25m/50m e 12 no Europeu de 10m) e 18 para a Oceania. Para encerrar, 24 convites.

Perspectiva Brasileira: o Brasil deve conseguir vagas extras na fossa doublê masculina e na pistola de 50m masculina. Na de tiro rápido 25m masculina e na pistola de ar 10m masculina, o Brasil tem chances de pegar uma segunda vaga.

Triatlo

Estão mantidas as 55 vagas masculinas e 55 femininas e o critério é exatamente o mesmo de Londres. O Brasil tem direito a apenas 1 homem e 1 mulher.

5 vagas para os campeões continentais e mais 3 no pré-olímpico mundial. 39 vagas pelo ranking olímpico e mais 5 (1 para cada continente) no ranking mundial e 2 convites.

Apenas 8 países podem levar 3 atletas no mesmo gênero.

Perspectiva Brasileira: o mais provável é que o Brasil leve apenas 1 mulher e 2 homens.

Com 4 esportes definidos, Brasil já tem 14 homens e 11 mulheres.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s