Resumo do fim de semana de inverno

Vagas olímpicas para o Brasil e muito mais nos esportes às vésperas de Sochi!

Brasil

Confirmado! Brasil garantiu vaga para Sochi da equipe de bobsled masculina no trenó de 4 pessoas, mas a grande notícia é a vaga da dupla feminina! Pela primeira vez o Brasil envia uma equipe feminina para jogos de inverno! Com as duas vitórias nas últimas etapas do circuito Norte-Americano, Fabiana Santos e Sally da Silva se garantiram com o 23° lugar no ranking mundial. As duplas da Itália e da Romênia que ameaçavam a classificação brasileira não foram bem e ficaram para trás. A Itália ainda se classificou, mas a Romênia fica como primeira reserva.

Laís Souza e Josi Santos disputaram mais uma etapa da Copa do Mundo de Aerials, mas, ainda com seus saltos de nível bem baixo, ficaram apenas em 32ª e 30ª respectivamente. Na lista olímpica da FIS emitida nesta segunda-feira, o Brasil só vai a Sochi no aerials com 4 desistências. Difícil. Estados Unidos e Canadá estão acima do limite de vagas no Esqui Freestyle e precisam eliminar 8 e 6 respectivamente, mas dificilmente a vag é brasileira. Vamos ver.

Disputando a Copa do Mundo de Biatlo, Jaqueline Mourão ficou em 90ª no sprint 10km com apenas 1 tiro errado e a 3min20s9 da campeã entre 100 atletas que terminaram. Depois ela foi disputar a IBU Cup e terminou em 52ª no sprint com 2 erros e 3min19s8 de diferença.

Esqui Alpino

Três provas masculinas em Wengen, na Suíça. Foi a primeira disputa da super combinada (1 descida de downhill e 1 de slalom) e o americano Ted Ligety (foto) se deu bem. No downhill no sábado, vitória do suíço Patrick Keung, sua primeira da carreira. E no domingo, na disputa do slalom, o francês Alexis Pinturault deixou para trás Felix Neureuther e Marcel Hirscher e venceu. O norueguês Aksel Liund Svindal ainda segue líder da Copa do Mundo no geral.

Entre as mulheres, as provas foram canceladas devido ao mau tempo e realocadas para essa semana em Cortina D’Ampezzo.

Esqui Nórdico

A caravana do cross country foi a Polônia. No sprint masculino, vitória do canadense Alex Harvey e o russo Maxim Vylegzhanin ficou com o título da prova de 15km saída em massa. Entre as mulheres, a americana Kikkan Randall venceu seu segundo sprint seguido, mas Justyna Kowalczyk fez a festa em casa e faturou os 10km saída em massa.

O combinado nórdico estreou uma nova competição, com 3 provas em 3 dias seguidos. Todas com salto na mesma rampa, mas na sexta o cross country foi de 5km, no sábado de 10km e no domingo 15km. E o alemão Eric Frenzel (foto) foi absoluto! Venceu as 3 provas e abriu quase 100 pontos na Copa do Mundo!

Nos saltos masculino, em duas provas na Polônia, o alemão Andreas Williger venceu na quinta-feira e o norueguês Anders Bardal ficou com o título no domingo. Sempre consistente, o polonês Kamil Stoch segue líder.

Já no feminino, já está sem graça alguma. Sara Takanashi venceu as duas provas em Zao, no Japão, e tem mais de 300 pontos de vantagem na Copa do Mundo!! Ela venceu 8 das 9 provas da temporada. Na competição de sábado ela deve ter caído no pouso, tirou uma nota bem baixa (11,5-12 pontos) mas mesmo assim venceu! Ela saltou 104m contra 96,5m da vice. Rainha absoluta!

Trenós

Em Innsbruck, Steven Holcomb voltou ao topo do pódio no bobsled de 2! Depois de vencer 4 provas seguidas na ronda da América do Norte, ele foi super mal nas provas europeias, mas dessa vez levou a prova de duplas. Nos quartetos, ele ficou com a prata e o trenó dirigido pelo letão Oskars Melbardis venceu a segunda prova seguida. Entre as mulheres, a americana Jamie Greubel venceu sua primeira prova nesta temporada. Quem compete com ela é Lauryn Williams, campeã olímpica no revezamento 4x100m em Londres.

No skeleton, o letão Martin Dukurs levou mais uma, a quinta em 7 etapas e a britânica Lizzy Yarnold venceu a 4ª na temporada e os dois seguem líderes gerais.

No luge, também sem novidades, Felix Loch venceu a terceira seguida, desta vez em Altenberg, Alemanha. Nas duplas, Tobias Arlt e Tobias Wendl venceram a 6ª da temporada e a alemã Natalie Geisenberger (foto) segue dominando. Sua 7ª vitória na temporada em 8 provas! A surpresa ficou por conta do revezamento, com vitória da equipe russa! A equipe dos sonhos da Alemanha foi bronze.

Esqui Estilo Livre

Os canadenses seguem dominando o moguls masculino. Alexandre Bilodeau, campeão em Vancouver, faturou a 3ª etapa seguida. No feminino, Chloe Dufour-Lapointe venceu e a favorita americana Hannah Kearney foi apenas 4ª.

Os canadenses também foram bem no ski cross, na França. Em duas provas, Christopher Delbosco venceu uma no masculino e Marielle Thompson uma no feminino. A suíça Sanna Ludi e o americano John Teller venceram as outras.

Encerrada a Copa do Mundo de Aerials. O chinês Qi Guangpu levou no masculino e Li Nina no feminino.

Biatlo

Na última etapa antes de Sochi, surpresas. No masculino, empate no sprint entre os alemão Simon Schempp e o italiano Lukas Hofer. Na perseguição, Schempp fez a dobradinha num final de prova muito bom. O revezamento ficou com a forte equipe da França. Sem o Svendsen, a Noruega nem foi pódio.

No feminino, a francesa Anais Bescond (foto) surpreendeu todas e levou o sprint. Na perseguição vitória da alemã Andrea Henkel. Devido à forte neblina, o revezamento feminino não foi disputado.

Patinação Artística

O campeonato europeu movimentou a semana. O espanhol Javier Fernandez, bronze no Mundial, faturou o bicampeonato com 267,11 pontos. O francês nascido no Brasil Florent Amodio ficou apenas em 13° com 190,13.

Entre as mulheres, a russa de apenas 15 anos Julia Lipnitskaia ficou com o título continental com 209,72, seguida da também russa de 17 anos Adelina Sotnikova (202,36) e da veterana italiana Carolina Kostner com 191,39.

Nos pares, pódio todo russo, com vitória de Maxim Trankov e Tatiana Volosozhar com 220,38 e os italianos Anna Cappellini e Luca Lanotte venceram a dança com 171,61.

Patinação de Velocidade

No Mundial de Sprint da patinação de velocidade, em Nagano, os atletas disputam duas corridas de 500m e duas de 1.000m e os tempos são tranformados em pontos e a menor pontuação vence. No masculino, o holandês Michel Mulder (foto) conquistou o bicampeonato. ele fez o melhor tempo nas duas provas de 500m e, com boas marcas nos 1.000m, somou 139.885 pontos. O americano Shani Davis não foi bem nos 500m, mas com uma excelente segunda prova dos 1.000m (o único a baixar de 1:09) ficou em segundo lugar com 140.600 pontos. Bronze para o australiano Daniel Greig, a primeira medalha da história da Austrália neste mundial.

No feminino, sem a participação da coreana Lee Sang-hwa, o título ficou com a chinesa Jing Yu com 151.275 pontos. Com a prata, a sua compatriota Hong Zhang com 151.705 e o bronze para a americana Heather Richardson, que defendia o título, com 151.790.

Já na patinação de velocidade de pista curta, tivemos o Europeu em Dresden. Os títulos no geral ficaram para a hoalndesa Jorien Ter Mors e para o russo Victor An. Ter Mors venceu os 1.500m e os 3.000m, foi prata nos 1.000m e bronze nos 500m. O russo venceu os 500m, os 1.000m e os 3.000m. Além disso, ambos ajudaram sus países a levar ouro nos revezamentos. Torneio perfeito deles. E olha esse photo finish na semifinal do revezamento feminino! Dois milésimos de diferença!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s