Surpresas na temporada de inverno

Mais duas temporadas de esportes de inverno começaram neste fim de semana. E que maneira de começar!!

Biatlo

Oestersund na Suécia recebe a elite do biatlo para a abertura da Copa do Mundo. Neste domingo, a prova de abertura com o revezamento misto. Como sempre, a Noruega já começa como franca favorita junto da forte equipe francesa.

A norueguesa multicampeã Tora Berger abriu pelo seu país, mas logo na primeira sessão de tiros, errou feio, precisou dos 3 tiros extras e ainda teve que fazer uma volta de penalidade. Já Marie Brunet e Marie Dorin fizeram uma série quase perfeita. Dos 20 tiros, acertaram todos e só precisaram de 1 bala extra. A República Checa corria por fora e também faziam uma grande prova, junto com a Itália.

A França entregou em primeiro e a jovem promessa Simon Desthieux fez uma ótima prova, entregando para o número 1 do mundo, Martin Fourcade com mais de 50s de vantagem. Tudo caminhava para uma vitória francesa assombrosa, enquanto a Noruega fazia uma boa prova de recuperação.

Aí veio a última sessão de tiros, em pé. O vento foi um vilão para Fourcade. Ele errou 3 tiros, aí partiu para os 3 tiros extras. Errou 2 e partiu para cumprir as 3 voltas de penalidade. Só que ele ficou sem atirar um dos extras…

Enquanto isso, a República Checa fazia uma prova com grande regularidade e sem erros graves. Ondrej Moravec (foto) passou em primeiro e Fourcade saiu da sua penalidade ao mesmo tempo que o norueguês Tarjei Boe passava. Moravec tinha pouco mais de 10s de vantagem e a manteve até a vitória quase que inimaginável.

Abalado, Fourcade e Boe duelaram lado a lado, mas Boe foi melhor e chegou em 2°.

Depois veio o anúncio. Aquele tiro que Fourcade não deu rendeu uma penalidade de 2min à equipe francesa, que acabou na 5ª colocação, dando o bronze para a Ucrânia.

Fourcade começa abalado a temporada que culminará com os Jogos de Sochi, onde ele é o favorito para levar algumas medalhas. A etapa segue esta semana com as provas individuais, sprint e perseguição.

Saltos

A temporada do esqui de saltos também começou neste fim de semana, em Klingenthal, na Alemanha.

No sábado, a prova por equipes onde a Eslovênia faturou o ouro de forma surpreendente. Quem acompanha o mínimo desse esporte sabe que a Áustria tem uma equipe espetacular e partia para o título da etapa. Aí o número um do mundo, campeão da Copa do Mundo do ano passado, Gregor Schlierenzauer, fez um voo regular com um pouso péssimo, derrubando sua equipe para 5° lugar. Aí veio o vento, que forçou o cancelamento da segunda rodada e o título da Eslovênia foi confirmado.

No domingo, situação quase idêntica. O jovem polonês Krzysztof Biegun de 19 anos foi um dos primeiros a saltar e alcançou 142,5m e 135,8 pontos no total. Aí veio o fator vento. Thomas Morgenstern fez 126,0m, Robert Kranjec 118,0m, Michael Neumayer 118,5m, Tom Hilde 121,5m, Andreas Kofler 115,0m e assim por diante. A sessão chegou a ser cancelada por alguns momentos e parecia que seria impossível retomar a competição e faltavam apenas 2 competidores. Se não saltassem, a prova seria cancelada. Aí o norueguês Anders Bardal e Schlierenzauer demonstraram grande esportividade e desistiram de saltar, para que não fosse cancelado.

Com isso, título mais que inesperado e inédito para Biegun após uma etapa extremamente conturbada!

Imagina em Sochi!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s