O mito da vela

Robert Scheidt já tinha um currículo de invejar qualquer atleta. E para o nosso orgulho ele só aumenta.

Aos 40, ele voltou a Classe Laser após a eliminação da Star do programa olímpico, e já chegou abalando.

No Mundial de Omã, ele venceu 4 das 8 regatas da qualificação e nas 4 finais, levou 2! Somou 29 pontos no total, ficando a frente do cipriota Pavlos Kontides (com 42) e do alemão Philipp Buhl (68). Mundial quase impecável do brasileiro que conquistou nada menos que o seu NONO título Mundial da Laser! Ele ainda tem 3 mundiais na Star e nada menos que cinco medalhas olímpicas (2O-2P-1B). Em 2002 ele venceu os Jogos Mundiais da ISAF na Laser, mas a Federação não o considera como um Mundial. Sem falar outras dezenas e dezenas de títulos!

Ele chegou ao último dia com 1 ponto de vantagem e parecia que o Mundial ficaria sem as suas duas últimas regatas. O vento fraco atrasou muito e, às 14:56, quase no limite de horário das 15:00, foi dada a largada para a regata final, que ele venceu, após uma ótima largada.

“Esse título é mais especial que qualquer outro que venci na Laser. Eu estou em um estágio diferente da minha vida – ser pai e estar longe da Laser todos esses anos o tornou algo ainda mais especial”

Vale ressaltar o bom Mundial de Bruno Fontes, que ficou em 8° e do jovem Matheus Dellagnelo em 38° entre 126 velejadores.

O quarentão já é o favorito ao título olímpico no Rio.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s