Resumo do fim de semana

Domínio no Vôlei e o retorno do Cielo

Título no vôlei

A seleção feminina chegou como favorita no Japão para a Copa dos Campeões e cumpriu o combinado. Começou com um 3-0 nos Estados Unidos  (a 3ª vitória no ano sobre as maiores rivais), um 3-0 na Tailândia, 3-1 na República Dominicana e um ótimo 3-1 na Rússia.

As outras equipes se embolaram, incluindo uma inédita vitória da Tailândia na Rússia de 3-1. Com isso, bastava o Brasil vencer 2 sets do Japão que levaria o título. E fechou um 3-0, somando 15 pontos e apenas 2 sets perdidos. Os Estados Unidos ficaram com a prata e o Japão com o bronze.

Destaque para a capitã da equipe brasileira, Fabiana, eleita a MVP do torneio. Nesta semana, a competição masculina, onde o Brasil enfrenta Estados Unidos, Japão, Rússia, Irã e Itália.

Retorno do Cielo

César Cielo retornou às piscinas neste fim de semana, na primeira etapa do Grand Prix de natação americano, em Minneapolis. Ele não disputava uma prova desde o Mundial de Barcelona em agosto, onde levou os 50m borboleta e os 50m livre. Mais que isso, Cielo não compete em piscina de jardas desde abril de 2010. Ele disputou 3 provas, vencendo as 100 jardas borboleta com 46.19, melhor tempo pessoal e líder do ranking americano no ano, e as 50 jardas livre, com o ótimo tempo de 18.83. Poucos nadam esta prova na casa do 18s, mas Cielo conseguiu chegar a esse tempo 11 vezes na carreira! Nas 100 jardas livre, ele ficou com a prata com 41.90, apenas 1 centésimo atrás do britânico Adam Brown.

Quem também voltou foi Bruno Fratus, que ficou fora do Mundial e não nadava desde abril. Ele foi bronze nas 50 jardas livre com 19.48, em sua estreia neste tipo de piscina, e 9° nas 100 jardas livre, vencendo a Final B. Tales Cerdeira foi 8° nos 100 peito e 9° nos 200 peito. Gabriel Fidelis disputou as mesmas provas, terminando em 5° nos 200 e em 12° nos 100.

Tênis de Mesa

A seleção disputou o Aberto da Alemanha de tênis de mesa e teve resultados parecidos com o das outras etapas. Ninguém avançou para a chave final, mas o grande resultado veio no tornio Sub-21. Hugo Calderano é hoje um dos grandes nomes do tênis de mesa juvenil mundial e fez um grande torneio. Ele venceu 3 jogos até ser eliminado na semifinal pelo japonês Masataka Morizono por 4-3 com 11-8 no 7° set e ficou com a medalha de bronze.

Esportes Coletivos

A seleção juvenil de handebol ficou com a prata no sul-americano da modalidade. Venceu Chile, Paraguai e Uruguai, mas acabou perdendo 27-22 para a Argentina, mas garantiu vaga para o Pan-Americano.

E grande novidade no pólo aquático! A CBDA confirmou o croata Ratko Rudic na seleção masculina. Ele venceu 4 ouros olímpicos e 3 títulos mundiais como técnico. Levou a Iugoslávia ao topo do pódio em 1984 e 1988, a Itália em 1992 e  Croácia em 2012. E deve vir também uma novidade na seleção feminina. A americana Sandy Nitta foi demitida após não atingir resultados esperados e um outro grande nome deve vir por aí.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s