Resumo do fim de semana

Fim de semana mais calmo nos esportes olímpicos com Copa do Mundo de natação, torneios de tênis de mesa e badminton, Masters de tênis da ATP

ATP World Tour Finals

Que as duplas brasileiras estão em um ano excepcional, não é novidade para ninguém. Bruno Soares ao lado do austríaco Alexander Peya conquistou 5 títulos, além de outros 5 vices, sendo um no US Open, e chegou ao 3° lugar do ranking mundial. Marcelo Melo e o croata Ivan Dodig chegaram a apenas 2 finais: o título no Masters de Xangai e o vice de Wimbledon, além de alcançar o 5° lugar do ranking mundial. Além disso, cada um conquistou um título em janeiro com parceiros diferentes.

No torneio de final da temporada, Melo e Dodig fizeram excelente campanha, vencendo os 3 jogos da primeira fase, todos no super tie-break. Logo na estreia, grande vitória sobre os super irmãos Bryan. Já Bruno e Peya começaram com uma derrota, mas duas vitórias seguintes também deram a eles a primeira colocação do grupo.

Na semifinal, não deu o esperado. Marcelo e Dodig perderam para os espanhóis David Marrero/Fernando Verdasco por 76(10) 75 e Bruno e Peya caíram para os irmãos Bryan 46 64 10-8. Assim encerra-se um grande ano para o tênis brasileiro, pelo menos nas duplas. Na final, Marrero/Verdasco surpreenderam os Bryans e venceram 75 67(3) 10-7.

Mais raquetes

A seleção brasileira de badminton foi a Orlando disputar um torneio e saiu da Flórida com uma prata e dois bronzes. Nas duplas femininas, Paula Pereira/Lohaynny Vicente chegaram a final e perdera para as americanas Hong/Zhang 21-7 21-14. No individual feminino, Fabiana Silva ficou com o bronze, após perder na semifinal para a americana Iris Wang 21-10 21-7. Encerrando as medalhas brasileiras, Daniel Paiola/Paula Pereira foram bronze nas duplas mistas.

Já no Aberto da Polônia de tênis de mesa, o melhor resultado da seleção foi as 8as de final nas duplas de Thiago Monteiro e Gustavo Tsuboi. O título individual masculino ficou com o chinês (novidade) Fan Zhendong que se tornou o mais jovem campeão de um torneio do World Tour, com 16 anos e 292 dias. Ele bateu o recorde do brasileiro Hugo Calderano, que venceu o aberto do Brasil este ano em Santos aos 17 anos e 50 dias.

Na piscina de Tóquio

Na penúltima etapa da Copa do Mundo de Piscina Curta, em Tóquio, o Brasil somou 5 pódios. O melhor resultado veio de Etiene Medeiros, que venceu o ouro nos 50m costas com 26s61, igualando o recorde sul-americano. Nos 50m borboleta, Nicholas Santos ficou com a prata e Gulherme Guido foi bronze nos 50m costas. Os revezamentos mistos faturaram a prata no 4x50m livre misto e o bronze no 4x50m medley misto.

Foram 3 novos recordes mundiais nesta etapa: a russa Yuliya Efimova venceu os 50m peito com 28.71, e a Austrália baixou as marcas dos revezamentos com 1:29.61 no 4x50m livre misto e 1:37.84 no 4x50m medley misto.

E a húngara Katinka Hosszu segue sua forma assombrosa, faturando 5 ouros nesta etapa! Ela já somou mais de 40 pódios neste ano na Copa do Mundo! A última etapa será em Pequim, na quarta e quinta-feira.

Outros esportes

No atletismo, destaque para o novo recorde sul-americano de menores de Vítor Hugo dos Santos nos Jogos Escolares em Belém. Ele venceu os 100m com o excelente tempo de 10s36. Vitor foi prata no Mundial de Menores esse ano nos 200m.

A seleção feminina de futebol perdeu para os Estados Unidos em um amistoso nos EUA por 4-1.

A seleção feminina de handebol foi convocada para o Mundial em dezembro, na Sérvia. Esse é o último grande mundial de esportes olímpicos do ano, e o Brasil chegará muito bem cotado.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s