Resumo do fim de semana

Medalhas nos tatames, nas areias, nas quadras num fim de semana agitado.

Mundial Junior de Judo

O Brasil já está entre os grandes do judô há alguns anos e esperavam-se grandes resultados da equipe juvenil no Mundial na Eslovênia, com 18 judocas nas disputas. Os resultados foram bons, com 7 medalhas. mas ficou aquele gostinho de quero-mais.

Afinal, faltou o tão esperado ouro, e o Brasil ficou com 2 pratas e 5 bronzes, além de um quinto lugar.

As duas finalistas vieram do feminino. No 52kg, Jéssica Pereira (foto) vencia a alemã Sappho Coban por um yuko, quando levou um. Como havia tomado um shido, perdeu a luta e ficou com a prata. Já no 78kg, Samantha Soares levou um ippon da japonesa Shiori Yoshimura.

Os cinco bronzes brasileiros vieram com: Vitor Torrente (55kg), Gabriel Mendes (73kg), Henrique Silva (90kg), Ruan Silva (acima de 100kg) e Sibilla Faccholi (acima de 78kg). Algumas decepções vieram com a cabeça-de-chave 1 Gabriela Chibana (48kg), que perdeu a semifinal por 3 shidos contra 2 da russa e perdeu o bronze por ippon para japonesa. Outra cabeça-de-chave 1 que perdeu precocemente foi Flávia Gomes (57kg), com derrota na estreia para japonesa. No 63kg, Jéssica Santos, campeã mundial cadete em 2010, perdeu na segunda luta. Nas provas por equipe, a equipe masculina perdeu na estreia para a Eslovênia e a feminina perdeu a disputa do bronze para a Alemanha.

As medalhas de ouro individuais ficaram bem espalhadas. Japão e Rússia venceram 3 provas cada, mas as outras 10 categorias foram para 10 países diferentes! No total, 25 países medalharam, uma boa distribuição.

Medalhas nas provas combinadas

Yane Marques conseguiu mais um grande resultado pro seu já excelente currículo do pentatlo moderno. Na Copa dos Campeões, disputada em Doha, Qatar, ela faturou a medalha de bronze. Com a segunda melhor prova de natação e um hipismo perfeito, fez uma corrida média e chegou 29 segundos atrás da sua eterna rival pan-americana, a american Margaux Isaksen. A prova contava com apenas 16 atletas, mas tinha a armada ucraniana e a grande nadadora francesa Elodie Clouvel.

No masculino, ouro para a o francês Christophe Patte. Danilo Fagundes ficou em 12°, 84 segundos atrás de Patte.

Na Copa do Mundo de Triatlo em Guatape, Colômbia, vitória muito significativa de Reinaldo Colucci na prova masculina! Ele faturou com 1h58min48s, 10s na frente do colombiano Carlo Forero. No feminino, Luisa Baptista ficou em 7°, há mais de 6min da campeã.

Bons resultados nas raquetes

Dizer que Bruno Soares vem fazendo excelente ano é chover no molhado. Na penúltima semana de torneios antes do Tour Finals, em Londres, Bruno e o austríaco Alexander Peya faturaram o quinto título da dupla no ano, desta vez sobre os irmãos Bryan em Valencia, com 76(3) 67(1) 13-11, em jogo de 1h46! Jogo muito longo para uma partida sem vantagem! Foi o 6° título do brasileiro no ano (ele ganhou um com Colin Fleming) e a 9ª final da dupla no ano! Ele e o Peya já tem 13 finais e 8 títulos juntos!

No tênis de mesa, Thiago Monteiro foi disputar a Copa do Mundo Masculina na Bélgica. Ele disputou apenas a rodada preliminar onde venceu o egípcio El-Sayed Lashin por 4-2 e perdeu num jogo duor para o coreano Jung Youngsik por 4-2 e não avançou para a segunda fase, onde enfrentaria os maiores jogadores do mundo. O título ficou com (nossa que surpresa!) um chinês. Xu Xin venceu 4-1 o bielorrusso Vladimir Samsonov.

No Pan de badminton, na República Dominicana, a equipe brasileira voltou com 5 bronzes. Daniel Paiola perdeu na semifinal para o americano Sattawat Pongnairat. Fabiana Silva parou na semi para a canadense Michelle Li. Nas duplas mistas, mais 2 bronzes, com Hugo Arthuso/Fabiana SIlva e Daniel Paiola/Paula Pereira. Boa performance da equipe que esse ano não disputou muitas competições no circuito. Por equipes, grande resultado com mais um bronze, mas bem significativo, pois foi sobre a forte equipe do Peru.

Vôlei de Praia

No último Grand Slam do ano, em Xiamen na China, Alison e Vitor Felipe se juntaram e faturaram o ouro, com bela vitória sobre os holandeses campeões mundiais Brouwer e Meeuwsen por 18-21 21-15 15-13. Foi o 2° título de Vítor e apenas o 1° do Alison.

No feminino, as já campeãs do circuito Talita e Taiana perderam para a dupla americana formda por April Ross e Kerri Walsh. Na volta da tricampeã olímpica Walsh, já são dois títulos seguidos em Grand Slams, após a vitória em São Paulo.

O calendário do vôlei de praia se encerra com o torneio Open apenas feminino na Tailândia esta semana e com o Open na África do Sul, em dezembro.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s