Mundial de Judô – Prévia – Parte I

O Rio de Janeiro recebe pela 3ª vez o Mundial de Judô, desta vez no Maracanãzinho. 680 atletas de 123 países brigarão por medalhas nas 14 categorias além das provas por equipe. Uma semana de muito judô na capital carioca e muitas chances para o Brasil.

Dia 1

Na categoria até 60kg, que abre a competição nesta segunda-feira, o medalhista de bronze em Londres Felipe Kitadai (foto) busca a primeira medalha brasileira. O seu principal adversário é o georgiano Amiran Papinashvili, líder do ranking mundial e vindo dos títulos no Europeu deste ano e no Grand Slam de Moscou. O japonês Naohisa Takato, campeão do Masters esse ano e do GS de Paris vem para o seu primeiro mundial com o segundo lugar do ranking. Kitadai, único medalhista olímpico de Londres no Rio, já está na segunda rodada e espera o vencedor da luta entre o coreano Kim Won Jin e o peruano Juan Postigos.

No feminino, a campeã olímpica e líder do ranking mundial Sarah Menezes (foto) busca o seu primeiro ouro em Mundiais na categoria até 48kg, após dois bronzes em 2010 e 2011. Sarah estreia contra a cazaque Aigul Baikuleva e é a única campeã olímpica de 2012 que segue líder do ranking um ano depois dos Jogos. Aliás, com uma enorme vantagem de mais de 1.000 pontos! A japonesa Haruna Asami e a belga Charline van Snick, bronze em Londres, 3ª e 2ª do ranking, respectivamente, só estão na chave de baixo, mas a outra medlahusta de bronze em Londres, a húngara Eva Csernoviczki pode pegar a brasileira na semifinal. Ficar atento a Taciana Lima, que já defendeu o Brasil, mas agora luta pela Guiné-Bissau e vem do título africano este ano.

Dia 2

Na terça, na categoria até 66kg, o líder do ranking Tumurkhuleg Davaadorj, da Mongólia, venceu o campeonato asiático e o GS de Baku este ano. O francês David Larose, número 2 do mundo, e o campeão olímpico Lasha Shavdatuashvili (foto), da Geórgia, também figuram entre os favoritos. Dois brasileiros nesta prova: Luiz Revite tem uma estreia complicada contra o coreano Jun-Ho Cho, bronze em Londres e Charles Chibana, 7° do ranking e ouro no GS de Moscou, enfrenta o equatoriano Israel Verdugo e está na rota de colisão nas quartas-de-final com o cazaque Sergey Lim, campeão do Masters esse ano.

Na categoria até 52kg, a líder do ranking mundial Majlinda Kelmendi (foto) já levou o Masters este ano, além do GS de Paris e mais 2 Grand Prix. A atleta do Kosovo disputou os jogos de Londres pela Albânia, mas foi precocemente derrotada na segunda rodada. É a mulher a ser batida. Sem a presença da norte-coreana campeã olímpica, a medalhista de prata em Londres e campeã pan-americana este ano, a cubana Yanet Bermoy Acosta chega como vice líder do ranking. De olho também na finlandesa Jaana Sundberg, que já venceu dois Grand Slams esse ano, e na japonesa Yuki Hashimoto, ouro no GS de Paris. Duas brasileiras na categoria: a experiente Érika Miranda enfrenta a vencedora da luta entre Esther Sando, da Zâmbia, e Birgit Ente, da Holanda e Eleudis Valentim enfrenta a argentina Abi Madaf e quem vencer pega Hashimoto.

Dia 3

Na categoria até 73kg masculino, o mongol Nyam-Ochir Sainjargal (foto), bronze em Londres, chega como líder do ranking e favorito, além de ter vencido o Masters esse ano e de ter levado a prata no asiático. Na categoria mais cheia deste mundial, com 79 judocas, a Mongólia também está bem representada com Tsagaanbaatar Khashbaatar, bronze em Atenas-2004 e campeão mundial em 2009. De olho no belga Dirk van Tichelt, 2° do ranking e vencedor do GS de Moscou, além do japonês Riki Nakaya, prata em Londres, e do americano Nicholas Delpopolo, 7° nos Jogos Olímpicos. Pelo Brasil, Bruno Mendonça, 9° do ranking, estreia contra o chileno Felipe Caceres.

No até 57kg feminino, o Brasil está muito bem representado com a 4ª do ranking mundial Rafaela Silva, campeã pan-americana este ano e bronze no GS de Moscou, além da medalhista olímpica Ketleyn Quadros (foto), ouro na Universíade este ano. Elas terão pela frente a francesa Automne Pavia, bronze em Londres e líder do ranking, a mongol Sumiya Dorjsuren, vice líder do ranking e campeã do Masters, e a americana Marti Malloy, bronze em Londres. Rafael pega a vencedora entre a húngara Katinka Szabo e a americana Hana Carmichael e Ketleyn espera a vencedora da luta entre a húngara Hedvig Karakas e a britânica Nekoda Smythe Davies.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s