Geração 2016

Os juvenis brasileiros aparecem entre os melhores do mundo na atualidade. Em Roland Garros, 4 disputaram o título, sendo que os 4 eram cabeças-de-chave, entre eles o campeão do Australian Open de 2010, Thiago Fernandes. Mas resolvi falar um pouco das meninas que estão surgindo no circuito juvenil e que tem tudo para aparecer no circuito profissional em breve. De tantas possibilidades entre russas, americanas e outras várias vindas do Leste Europeu, escolhi as 4 abaixo que tem se sobressaído no ano.

Alison van Uytvanck

Que Novak Djokovic, que nada! Quem mais tem vitórias no ano é essa belga de 17 anos. Apenas 29ª no ranking juvenil, já aparece na 297ª colocação no ranking da WTA (antes de Roland Garros).

A belga soma incríveis 45 vitórias no ano, e apenas 3 derrotas. São 28 no circuito profissional e 17 no juvenil, somando 3 títulos profissionais e 3 juvenis. Suas únicas derrotas foram pra alemã Anna-Lena Groenefeld, ex-14ª do mundo, para a também belga Yanina Wickmayer, atual 22 do mundo e, no circuito juvenil, para Yulia Putintseva, na terceira rodada de Roland Garros.

Com esse retrospecto invejável, já aparece como a mais nova força belga, seguindo os passos de Kim Clijsters e de Justine Henin.

Ons Jabeur

Essa tenista de 16 anos vem da Tunísia, país com baixíssima tradição no esporte, muito menos no feminino. Jabeur surgiu no tênis mundial em Roland Garros do ano passado, quando atingiu a final, perdendo para a ucraniana Elina Svitolina. Ainda em 2010, chegou às quartas de Wimbledon e à semifinal do US Open. Já em 2011, está novamente na final de Roland Garros, que será disputada no domingo, onde enfrenta a porto-riquenha Monica Puig.

Por ainda não ter jogado nenhuma partida profissional no ano, aparece apenas na 746ª posição do ranking. Em compensação, é a 12ª colocada do ranking juvenil.

An-Sophie Mestach

Mais uma belga que surge, Mestach é a atual líder do ranking juvenil, posição que perderá após Roland Garros. Campeã do Australian Open de 2011 tanto em simples quanto em duplas, a belga de 17 anos foi medalha de bronze em duplas na primeira edição dos Jogos Olímpicos da Juventude, em Singapura-2010.  Já na fase de transição para o profissional, não joga o circuito juvenil desde o Australian Open e tenta a sorte em torneios profissionais, já passando por alguns qualificatórios. Aparece em 440ª no ranking da WTA.

Monica Puig

Encerro com a bela porto-riquenha de 17 anos e atual 6ª do mundo, no juvenil. Puig já aparece na 314ª posição do ranking mundial, com 3 títulos no profissional. Em 2011, já atinggiu as duas finais de Grand Slams, sendo derrotada no Australian Open para a belga An-Sophie Mestach. Em Roland Garros, como já foi citado, enfrenta a tunisiana Ons Jabeur no domingo.

Seu bom desempenho no ranking mundial se deve a dois títulos neste ano, ambos em torneios de USD25.000, um nos EUA e outro na Itália. Este último venceu vindo do torneio qualificatório, vencedo três tenistas que figuram entre as 120 do mundo.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s